Lívia Raimundo

Fundadora do Projeto Bem Nutrida

Minha Missão é ajudar você a vencer a fome emocional e alcançar a Liberdade Alimentar, sem nunca mais começar uma dieta.

 

 

Oi, eu sou a Lívia

Eu sou uma mulher ex-viciada em dietas, fanática por café e entusiasta fervorosa da alimentação consciente e intuitiva.

Eu sou alguém que se cansou de odiar o próprio corpo e de ser escrava das dietas, que decidiu parar de esperar pelo corpo perfeito para ser feliz e escolheu o caminho do autoconhecimento até a Liberdade Alimentar.

No que eu Acredito

A sua relação com a comida é um espelho da sua relação com a vida

Você pode entender a sua relação com a vida quando analisa a maneira como você come. É impossível melhorar a sua alimentação sem trabalhar autoconhecimento e entender porque você se sente tão fora de controle.

O seu corpo é mais inteligente do que qualquer plano alimentar

Você tem um sistema incrível inato que te indica o que você precisa comer, quando e o quanto. A sua sensação de que ele está “quebrado” é decorrente da coleção de dietas que você fez até hoje, as quais comprometeram a sua conexão com esses sinais.

A mudança precisa partir do autocuidado (e não do ódio)

Se culpa, vergonha ou frustração são os sentimentos que te motivam a mudar, você está condenada a uma jornada árdua sem nunca verdadeiramente chegar ao seu objetivo. Se você não se sente boa o suficiente hoje, você não vai se sentir boa o suficiente num jeans 36.

Toda mulher merece se sentir fodástica na própria pele

Eu demorei 15 anos para me sentir confiante e feliz no meu corpo, por isso não quero que você perca nem mais um minuto se sentindo menos incrível do que você realmente é.

Minha história…

Eu comecei a engordar na puberdade, e desde que eu me conheço por gente eu sentia que “eu deveria ser mais magra”. Para isso, eu fiz todas as dietas das quais um dia eu ouvi falar – livro, revista, guru, reeducação alimentar, remédios, pai de santo – tudo. Diga uma – eu tentei. E, muitas vezes, eu emagreci.

O problema é que o peso perdido insistentemente voltava, em geral bem rápido. Além disso, na maioria das vezes, eu ainda ganhava uns quilinhos de brinde.

Quando isso acontecia, eu me sentia um fracasso… era como se eu fosse incapaz de controlar meus impulsos por comida, como se eu não tivesse força de vontade suficiente para me manter magra e, de certa forma, como se meu valor como pessoa fosse menor por isso.

Eu emagreci e engordei incontáveis vezes e eu sempre acreditei que o segredo da magreza – e da minha felicidade – estivesse escondido numa dieta que eu ainda não havia tentado. A verdade é que eu nunca encontrei tal milagre – ou um milagre que efetivamente durasse mais que um verão.

Eu vivia presa num ciclo de frustração e insatisfação com o meu corpo, fazendo restrições alimentares absurdas, só para depois passar semanas mergulhada até o cotovelo em Ruffles tamanho família. Embora eu dissesse para mim mesma que a comida era o problema, no fundo eu sabia que era a minha relação com ela que precisava mudar.

E foi então que eu decidi encontrar uma solução diferente de uma nova dieta, suplemento ou afim. Dessa vez eu ia fazer diferente! Eu já pesquisava sobre comportamento alimentar para a minha tese de doutorado, então eu passei a me aprofundar cada vez mais na formação de hábitos alimentares e no papel da nossa mente e das nossas emoções no controle da nossa alimentação.

Depois de devorar muitos livros e artigos na área, eu consegui (re)aprender tudo que eu (achava que) sabia sobre emagrecimento e vida saudável, mudando completamente minhas ideias sobre a comida e sobre mim mesma.

O que eu descobri foi que o emagrecimento definitivo que eu buscava dependia de uma coisa que nenhuma dieta nos ensina: ouvir o nosso corpo, dominar as nossas emoções e mudar a nossa relação com a comida.

Aplicando todas as estratégias e ferramentas que eu aprendi, aos poucos eu me libertei. Hoje, depois de muitos anos de luta, a comida e eu vivemos em paz e somos muito felizes. Como consequência – ou feliz coincidência – eu sou muito mais leve por dentro e por fora.

E foi nessa jornada eu encontrei a minha missão de vida. O fato é que eu sempre vi à minha volta muitas mulheres insatisfeitas com o próprio corpo, vivendo uma relação destrutiva de amor e ódio com a balança. Eu sabia o quanto isso era desgastante… mas eu tinha encontrado a solução!

Desde então, eu deixei a carreira acadêmica para me dedicar integralmente a ajudar outras mulheres na sua própria libertação na busca por uma vida e um corpo mais leves!

 

Como eu posso te Ajudar a Escapar da Prisão da Comida e Alcançar a Liberdade Alimentar

Eu ensino mulheres que querem retomar o domínio da própria alimentação a vencer a fome emocional e criar a habilidade de comer de tudo com moderação para emagrecer de forma sustentável e sem loucuras, por meio de programas que entregam tudo o que eu aprendi na minha jornada por um corpo mais leve.

A minha missão é te dar as ferramentas e técnicas certas para que você aprenda a  fazer melhores escolhas para o seu bem-estar e crie uma relação leve e feliz com o seu corpo, sem nunca mais começar uma dieta.

Um projeto que inspira mulheres a escreverem uma nova história sobre elas, a comida e seus corpos.

Há um poder que ganha vida quando as mulheres se libertam da Prisão da Comida em que aprenderam a viver, quando se sentem no domínio da própria alimentação quando percebem que são capazes e merecem se sentir incrivelmente bem em seus próprios corpos, e que a autoestima é um estado de espírito – e não um brinde que a gente ganha quando entra num jeans 36.

O Projeto Bem Nutrida é dedicado a celebrar, nutrir e compartilhar essa mensagem.

Programas & Cursos Oferecidos

  • Mentoria Individual Bem Nutrida – Mentoria Individual Online
  • Coletivo Bem Nutrida – Mentoria Em Grupo Online (novas turmas em breve)
  • Curso Digital Desdiete-se – Nutrição De Dentro Para Fora
  • Curso Digital Moderação na Prática – Princípios & Práticas Para Moderação 24/7
  • Curso Digital de EFT Para Emagrecimento & Autoestima (em breve)