Perdendo O Peso Do Perfeccionismo

by | Sep 22, 2019 | Emagrecimento, Mentalidade

Talvez o maior peso que você esteja carregando seja o peso do perfeccionismo. Entenda a importância de abraçar a sua “pior versão” para criar a melhor.

 – Você sente que deveria ser perfeita nas coisas que você faz?

(Mesmo que efetivamente não consiga)

– Você sente que, se não for para fazer 100%, melhor nem fazer?

– Você sente que só alcançará resultados se seguir até as letras miúdas do plano?

É hora de entender melhor o peso do perfeccionismo e como ele está paralisando a sua jornada de emagrecimento.

O Peso Do Perfeccionismo Paralisa

“Comece antes de estar pronta”.

Por muito tempo, essa frase não fez muito sentido para mim.

Como uma boa perfeccionista e idealizadora, eu morria de medo do fracasso. Logo, eu sentia que precisava de todas as estratégias corretas para vencer o jogo.

Em relação ao emagrecimento, eu sentia que precisava entender todos os processos metabólicos, a composição de todos os alimentos que eu ingeria, ter toda a minha rotina sob controle para só então ser “apta” a vencer na minha jornada. Para mim, essa era a única forma de ser bem-sucedida.

Talvez por isso eu tenha ficado tanto tempo presa num ciclo de fracasso e recomeços.

desejo de controle (e a percebida falta dele) podem te deixar paralisada. Isso porque nós comparamos a vida real com o que está escrito na prescrição fixada na porta da geladeira, com o que está escrito na revista, com o que a blogueira do Instagram está postando.

Como essas coisas são incompatíveis com a realidade, nós achamos que estamos fazendo pouco ou errado.

Essa eterna comparação de tudo na nossa vida com um ideal de perfeição nos dá 99%* de chance de ficarmos desapontadas e frustradas o tempo todo, sem sair do lugar.

*EMC. Estatística da minha cabeça.

Se você faz isso em algum nível, é possível que você, assim como eu fazia, esteja jogando no time reserva – aquele que só treina e nunca entra em campo. No caso, por não se sentir pronta ou boa o suficiente.

O fato é que, quanto mais você esperar ter todas as variáveis sob controle para entrar em ação, mais tempo vai demorar até que você consiga o que quer.

Abraçando A Imperfeição Para Vencer A Inércia

Para sair da inércia de conseguir qualquer transformação que você queira alcançar, você precisa entrar em ação.

Mas talvez o seu conceito de “entrar em ação” não esteja te ajudando, porque ele ainda está embasado no perfeccionismo.

Eu costumava achar que entrar em ação significava virar a mesa, fazer 23 coisas novas todos os dias (obviamente rastreadas com um rastreador de hábitos) e rearranjar a minha vida toda. Eu me pressionava para ter tudo sob controle e me recriminava caso qualquer ponto não houvesse sido atendido. Trapacear na minha “mudança de estilo vida” era como cometer um crime.

Isso alimentava o ciclo de autopunição, que funciona mais ou menos assim:

Muita pressão  necessidade de extravasar (com comida, no caso)  auto-recriminação  mais pressão como forma de punição (restrição), e repete.

Hoje eu percebo que a ação está nos menores detalhes. A nossa realidade é moldada por cada pequena decisão e cada mínima ação tem o poder de determinar o nosso estado mental – e este, minha amiga, é o rei da mudança.

Tantas vezes nós investimos tanta energia em buscar ou criar o plano perfeito que nós acabamos não percebendo que as nossas pequenas ações diárias são mais importantes.

O plano alimentar ou de exercícios perfeito não significa nada se você não for capaz de aderir a ele consistentemente.

Portanto, não pense que você precisa começar uma revolução, caso contrário nada vai mudar. Tire o peso do perfeccionismo dos seus ombros, porque pequenas atitudes podem te dar uma experiência de vida totalmente renovada.

As Pequenas Ações Imperfeitas Somam

Embora as pesquisas possam indicar que os métodos A, B ou C sejam ideais para resultados ótimos de emagrecimento, não se esqueça de que você é única, e que seu estilo de vida e preferências precisam ser consideradas.

Comece com o que você consegue implementar no seu dia-a-dia consistentemente, encontrando o equilíbrio entre o que é praticável (para você) e ótimo (para os resultados que você busca).

Além disso, pequenas ações que não têm nada a ver com o que você come podem ser de grande ajuda, especialmente se elas diminuírem o peso nos seus ombros e deixarem a sua rotina mais leve.

  • Ação pode ser decidir que se fazer um elogio cada vez que você se olhar no espelho.
  • Ação pode ser dizer mais “nãos” e priorizar mais o seu bem-estar.
  • Ação pode ser decidir que você vai sempre buscar o lado positivo das coisas.
  • Ação pode ser tomar um caminho diferente até o trabalho, para sair do automático e, quem sabe, ter alguma inspiração.

E, mesmo em termos de alimentação, saiba que você não precisa ser o máximo todos os dias. Eu entendo que você fique feliz quando consegue comer mais legumes e verduras (se essa é uma meta sua), mas vai haver dias que as coisas se complicam e você vai almoçar pão com ovo. E tá tudo bem!

Se você enxergar esse acontecimento como algo pequeno num plano muito grande, as chances de você jogar tudo para o alto são muito menores.

O importante é sempre fazer o melhor possível, dentro das suas possibilidades, sem se estressar.

Caia na real

Se considerarmos o quanto nós, enquanto seres humanos, somos imperfeitas, como podemos esperar que qualquer coisa que façamos – desde assar um bolo a criar uma criança – seja perfeita?

Sempre que um ser humano está envolvido, as coisas são reais. E real significa falhas, defeitos e faltas.

Real significa bom o suficiente, o melhor que você pode fazer naquele momento, com as ferramentas e o conhecimento que você já tem.

Não existe dieta perfeita, nem casamento perfeito, nem professor ou político. Se você esperar perfeição, você vai se desapontar. Se for para se comparar, que seja com outros seres humanos reais, ou melhor ainda, com a sua versão de ontem.

Se você manter suas expectativas reais e conseguir parar de comparar a sua realidade com o seu ideal de perfeição, é provável que você perceba que sua alimentação tem ido muito bem e que você tem se dado melhor do que acredita.

Caia na real.

Lívia Raimundo

Lívia Raimundo

Coach Alimentar, Pn1

Eu ajudo mulheres a comerem melhor e emagrecerem sem neuras.

Eu sou coach nutricional, doutora em marketing de alimentos, estudante de Nutrição, aquariana, louca por café, livros e um bom papo. Eu também amo cozinhar (e comer, óbvio).

Eu vivo em São Paulo com o meu noivo e dedico a maior parte do meu tempo a inspirar mulheres a alcançarem uma relação mais leve e feliz com a comida e com o próprio corpo.

O Passo-a Passo para Escapar da Prisão da Comida

Quiz da Liberdade Alimentar

Teste seu nível de conhecimento e habilidade nos exatos pontos que eu aprendi a dominar para reescrever a minha história com a comida e com o meu corpo!

Relacionados

Coisas que te nutrem além da comida

Coisas que te nutrem além da comida

Se você percebe que frequentemente come sem fome genuína e que grande parte da sua alimentação é movida pelas suas emoções, pode ser que outros aspectos da sua vida estejam desnutridos. Ampliar as suas formas de suprir suas demandas internas é um passo muito importante no caminho da liberdade e autonomia alimentar!

read more
Engordei na quarentena. E agora?

Engordei na quarentena. E agora?

A sua prioridade deve ser sempre o cuidado com a sua saúde física e mental. Lembrar que respirar, mover o corpo, manter a mente ocupada com qualidade e se alimentar bem e de forma consciente são ingredientes básicos para uma vida equilibrada. Não só na quarentena como em todos os outros períodos difíceis que você enfrentar na vida.

read more
A jornada da Liberdade Alimentar

A jornada da Liberdade Alimentar

As dietas são aqueles falsos atalhos que pegamos na tentativa de chegar logo ao objetivo de estar bem com o nosso corpo. Mas, na verdade, elas são como uma estrada no sentido contrário da felicidade, que só nos afastam do nosso autoconhecimento, ditando regras externas que te fazem acreditar que você não é capaz de gerenciar o seu corpo. Aqui está o que você pode esperar quando abandona a prisão das dietas em direção à liberdade alimentar.

read more

Comentários

0 Comments

Submit a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *