Excesso De Peso: Por Que Você Ainda Não Venceu Esse Problema?

by | Jun 29, 2018 | Mentalidade

Se você está viva, a sua vida provavelmente tem uma série de problemas.

A minha tem e a de todas as pessoas que eu conheço também.

Alguns problemas a gente aceita porque eles não são pessoalmente solucionáveis, como por exemplo a fome no mundo. Eu não consigo acabar com ela, não importa o quanto eu me esforce.

Outros problemas a gente até pode solucionar, mas não são necessariamente uma prioridade. O acendimento automático do meu fogão parou de funcionar há meses e, provavelmente, vai continuar assim por mais tempo. Eu simplesmente não faço muita questão de resolver.

Contudo, tem coisas que a gente realmente quer ou precisa resolver, não são opcionais, por mais desagradáveis que possam ser. Por exemplo, todos os anos você precisa declarar imposto de renda, não importa se você vai fazê-lo ou se vai contratar alguém para isso. Se o pneu do seu carro furar, você vai procurar um borracheiro e ele vai resolver. Se o seu cachorro ficar doente, você vai agendar um horário no veterinário e ele vai resolver.

Alguns problemas a gente pode escolher resolver por nossa conta, como o imposto de renda, ou então terceirizar. Você pode escolher entre poupar dinheiro e fazer uma faxina no sábado ou contratar uma faxineira. Você pode fazer uma pizza em casa ou ligar no delivery. Para esses problemas, você tem opção.

Já o emagrecimento não é um desses problemas. Você não pode chamar o Chapolim Colorado, nem os Caça-fantasmas.

Em outras palavras… você não não pode comprar um corpo magro.

Mais uma vez…

Você não não pode comprar um corpo magro.

E você agora está racionalmente pensando: isso é óbvio!

Mas, curiosamente, é exatamente essa mensagem que você ouve o tempo todo. É disso que a indústria multibilionária do emagrecimento quer te convencer. Então você é levada a acreditar que você pode comprar um suplemento, tomar um shake, tomar uma injeção, comer uma semente caríssima, contratar um personal, um nutricionista, um coach, e PLIM!, o seu peso vai simplesmente desaparecer.

PORQUE O EXCESSO DE PESO É UM PROBLEMA TÃO SIMPLES

É como se o seu excesso de peso fosse um vazamento na pia da cozinha e tudo que você precisasse fazer é chamar um encanador. Você se afasta, ele avalia, troca a peça quebrada e cobra o preço. Pronto, resolvido.

Sendo 100% direta, quando se trata da sua alimentação e dos seus comportamentos, é você quem tem que arrumar os canos.

Mas é claro, nós temos outras opções. Quer ver?

Você pode parar de usar a pia e fingir que o problema não existe. Uma dieta restritiva, na qual você corta glúten, lactose e açúcar ou substitui uma refeição por shake faz exatamente isso. Você não está consertando o seu comportamento compulsivo, você está evitando lidar com ele. E está tudo bem, contanto que você não sinta saudade de usar a sua pia (o que normalmente acaba acontecendo).

Você também pode sair de casa e passar um tempo num hotel de luxo (leia-se, um SPA). Você não vai precisar usar a sua pia, porque você vai usar a de outra pessoa. Lá não tem nenhuma tentação e todas as suas porções já vêm prontas. Você está descansando, meditando e fazendo massagens o dia todo, e por isso parece que a sua pia vazando é um problema muito distante. Mas quando você volta para casa, você tem o seu trabalho, o trânsito, os biscoitos do seu filho no armário e, é claro, uma pia vazando.

Por fim, você pode dar ouvidos a alguns especialistas e tentar usar a sua pia apenas em janelas específicas do seu dia, evitando alguns horários. Mas advinha? A pia vai continuar vazando e alagando a sua cozinha cada vez mais.

Em suma, todas essas soluções funcionam como um band-aid. É tudo provisório e não resolve a raiz do problema.

NÃO EXISTE SOLUÇÃO PRONTA, MUITO MENOS RÁPIDA

Abra os olhos se alguém te garantir que pode consertar o seu problema rápido demais, especialmente se essa pessoa não conhecer o seu caso. Uma propaganda do tipo “perca 10kg em 30 dias” é o mesmo que uma garantia de 45 minutos para o conserto da sua pia, sem pré-avaliação do encanador. Provavelmente, é só um remendo.

Então, você começa a perceber que você vai ter que resolver o problema você mesma. Você percebe que vai ter que arregaçar as mangas e ajoelhar naquele lugar escuro e úmido. Você vai ter que descobrir o que está escondido atrás do porta detergente e o que está bloqueando o ralo.

Assim, a solução para o seu problema de peso é a autoresponsabilidade.

É a coragem de perceber que a ninguém tem a solução na manga, porque você é um ser único.

É a capacidade de se levantar depois de todas as tentativas frustradas e apostar numa nova forma de encarar a comida e consertar a sua relação com ela.

Você não necessariamente precisa fazer isso sozinha. Não tem nada de errado em contar com ajuda para descobrir qual o seu tipo de vazamento, de quais ferramentas você precisa e as melhores práticas para usá-las. Se você gostaria de ter orientação e apoio nessa jornada, entre em contato comigo aqui.

Mas esteja sempre consciente de que ninguém pode resolver o seu problema por você. Você vai precisar de esforço e comprometimento, vai precisar aprender coisas novas. Principalmente, você vai precisar tomar o volante, pois enquanto você ficar no banco do passageiro, as coisas não vão mudar.

Lívia Raimundo

Lívia Raimundo

Coach Alimentar, Pn1

Eu ajudo mulheres a comerem melhor e emagrecerem sem neuras.

Eu sou coach nutricional, doutora em marketing de alimentos, estudante de Nutrição, aquariana, louca por café, livros e um bom papo. Eu também amo cozinhar (e comer, óbvio).

Eu vivo em São Paulo com o meu noivo e dedico a maior parte do meu tempo a inspirar mulheres a alcançarem uma relação mais leve e feliz com a comida e com o próprio corpo.

O Passo-a Passo para Escapar da Prisão da Comida

Quiz da Liberdade Alimentar

Teste seu nível de conhecimento e habilidade nos exatos pontos que eu aprendi a dominar para reescrever a minha história com a comida e com o meu corpo!

Relacionados

Coisas que te nutrem além da comida

Coisas que te nutrem além da comida

Se você percebe que frequentemente come sem fome genuína e que grande parte da sua alimentação é movida pelas suas emoções, pode ser que outros aspectos da sua vida estejam desnutridos. Ampliar as suas formas de suprir suas demandas internas é um passo muito importante no caminho da liberdade e autonomia alimentar!

read more
Engordei na quarentena. E agora?

Engordei na quarentena. E agora?

A sua prioridade deve ser sempre o cuidado com a sua saúde física e mental. Lembrar que respirar, mover o corpo, manter a mente ocupada com qualidade e se alimentar bem e de forma consciente são ingredientes básicos para uma vida equilibrada. Não só na quarentena como em todos os outros períodos difíceis que você enfrentar na vida.

read more

Comentários

0 Comments