Dieta: Escape Dessa Armadilha Mental

by | Jul 6, 2017 | Alimentação, Mentalidade

A mentalidade de dieta é uma das maiores armadilhas que sabotam o seu emagrecimento, e aqui eu quero te explicar o porquê.⠀

Embora tenhamos poucas pesquisas conclusivas sobre fome emocional (leia-se, usar a comida para lidar com sentimentos), há crescente evidência de que “pessoas que fazem dieta” apresentam maior tendência a comer para lidar com seus sentimentos do que “pessoas que não fazem dieta“.

Em outras palavras, existem indicadores de que o simples fato de fazer dieta – ou seja, propositalmente manipular a sua alimentação de acordo com um padrão imposto – alimenta a fome emocional.

A questão então é: se controlar a sua alimentação está contribuindo para, ou até mesmo causando, a fome emocional, como nós vamos evitar fazer dieta?Afinal, não é exatamente isso que fomos ensinadas a fazer?

O QUE É “FAZER DIETA”

Eu recorrentemente ouço mulheres dizendo:

“Eu desisti de fazer dieta e agora eu não consigo para de comer X!”X = chocolate, pão, massas, fast-food, etc. O que você quiser.⠀E eu não posso deixar de pensar…

Mas você REALMENTE desistiu de fazer dieta?

Ou você simplesmente voltou a comer pão e está esperando o ânimo voltar para entrar em OUTRA dieta?

Deixe-me explicar…⠀A maioria esmagadora das mulheres que dizem  ter “desistido da dieta”, ainda pensam como “pessoas que fazem dieta”.⠀A resposta emocional à comida é a mesma que seria se elas ainda estivessem ativamente controlando sua alimentação.⠀Elas continuam se julgando por tudo que comem.⠀Elas continuam se envergonhando se percebem que “comeram demais”.⠀Elas continuam querendo controlar a sua alimentação mesmo que, “tecnicamente”, não estejam seguindo nenhum plano alimentar específico.⠀E, no geral, elas mantém uma perspectiva moralista baseada em medo frente à comida, ao invés de sentir o prazer, a alegria e a gratidão por terem combustível para viver.⠀Veja, a dieta (e todos os comportamentos associados a ela) tem muito pouco a ver com o que você está ou não está comendo, e tem tudo a ver com como você pensa e se sente em relação aos alimentos que consome (ou evita consumir).

A menos que você pare de julgar sua comida como se houvesse algum valor moral associado a ela, você continua presa numa armadilha mental que te leva a se sentir cada vez mais fora de controle.

Não importa se você está “oficialmente” de dieta ou não.

Liberte os seus pensamentos e o seu comportamento naturalmente vai mudar.

Lívia Raimundo

Lívia Raimundo

Coach Alimentar, Pn1

Eu ajudo mulheres a comerem melhor e emagrecerem sem neuras.

Eu sou coach nutricional, doutora em marketing de alimentos, estudante de Nutrição, aquariana, louca por café, livros e um bom papo. Eu também amo cozinhar (e comer, óbvio).

Eu vivo em São Paulo com o meu noivo e dedico a maior parte do meu tempo a inspirar mulheres a alcançarem uma relação mais leve e feliz com a comida e com o próprio corpo.

O Passo-a Passo para Escapar da Prisão da Comida

Quiz da Liberdade Alimentar

Teste seu nível de conhecimento e habilidade nos exatos pontos que eu aprendi a dominar para reescrever a minha história com a comida e com o meu corpo!

Relacionados

Coisas que te nutrem além da comida

Coisas que te nutrem além da comida

Se você percebe que frequentemente come sem fome genuína e que grande parte da sua alimentação é movida pelas suas emoções, pode ser que outros aspectos da sua vida estejam desnutridos. Ampliar as suas formas de suprir suas demandas internas é um passo muito importante no caminho da liberdade e autonomia alimentar!

read more
Engordei na quarentena. E agora?

Engordei na quarentena. E agora?

A sua prioridade deve ser sempre o cuidado com a sua saúde física e mental. Lembrar que respirar, mover o corpo, manter a mente ocupada com qualidade e se alimentar bem e de forma consciente são ingredientes básicos para uma vida equilibrada. Não só na quarentena como em todos os outros períodos difíceis que você enfrentar na vida.

read more
A jornada da Liberdade Alimentar

A jornada da Liberdade Alimentar

As dietas são aqueles falsos atalhos que pegamos na tentativa de chegar logo ao objetivo de estar bem com o nosso corpo. Mas, na verdade, elas são como uma estrada no sentido contrário da felicidade, que só nos afastam do nosso autoconhecimento, ditando regras externas que te fazem acreditar que você não é capaz de gerenciar o seu corpo. Aqui está o que você pode esperar quando abandona a prisão das dietas em direção à liberdade alimentar.

read more

Comentários

0 Comments