Dieta: Escape Dessa Armadilha Mental

by | Jul 6, 2017 | Alimentação, Mentalidade

A mentalidade de dieta é uma das maiores armadilhas que sabotam o seu emagrecimento, e aqui eu quero te explicar o porquê.⠀

Embora tenhamos poucas pesquisas conclusivas sobre fome emocional (leia-se, usar a comida para lidar com sentimentos), há crescente evidência de que “pessoas que fazem dieta” apresentam maior tendência a comer para lidar com seus sentimentos do que “pessoas que não fazem dieta“.

Em outras palavras, existem indicadores de que o simples fato de fazer dieta – ou seja, propositalmente manipular a sua alimentação de acordo com um padrão imposto – alimenta a fome emocional.

A questão então é: se controlar a sua alimentação está contribuindo para, ou até mesmo causando, a fome emocional, como nós vamos evitar fazer dieta?Afinal, não é exatamente isso que fomos ensinadas a fazer?

O QUE É “FAZER DIETA”

Eu recorrentemente ouço mulheres dizendo:

“Eu desisti de fazer dieta e agora eu não consigo para de comer X!”X = chocolate, pão, massas, fast-food, etc. O que você quiser.⠀E eu não posso deixar de pensar…

Mas você REALMENTE desistiu de fazer dieta?

Ou você simplesmente voltou a comer pão e está esperando o ânimo voltar para entrar em OUTRA dieta?

Deixe-me explicar…⠀A maioria esmagadora das mulheres que dizem  ter “desistido da dieta”, ainda pensam como “pessoas que fazem dieta”.⠀A resposta emocional à comida é a mesma que seria se elas ainda estivessem ativamente controlando sua alimentação.⠀Elas continuam se julgando por tudo que comem.⠀Elas continuam se envergonhando se percebem que “comeram demais”.⠀Elas continuam querendo controlar a sua alimentação mesmo que, “tecnicamente”, não estejam seguindo nenhum plano alimentar específico.⠀E, no geral, elas mantém uma perspectiva moralista baseada em medo frente à comida, ao invés de sentir o prazer, a alegria e a gratidão por terem combustível para viver.⠀Veja, a dieta (e todos os comportamentos associados a ela) tem muito pouco a ver com o que você está ou não está comendo, e tem tudo a ver com como você pensa e se sente em relação aos alimentos que consome (ou evita consumir).

A menos que você pare de julgar sua comida como se houvesse algum valor moral associado a ela, você continua presa numa armadilha mental que te leva a se sentir cada vez mais fora de controle.

Não importa se você está “oficialmente” de dieta ou não.

Liberte os seus pensamentos e o seu comportamento naturalmente vai mudar.

Lívia Raimundo

Lívia Raimundo

Coach Alimentar, Pn1

Eu ajudo mulheres a comerem melhor e emagrecerem sem neuras.

Eu sou coach nutricional, doutora em marketing de alimentos, estudante de Nutrição, aquariana, louca por café, livros e um bom papo. Eu também amo cozinhar (e comer, óbvio).

Eu vivo em São Paulo com o meu noivo e dedico a maior parte do meu tempo a inspirar mulheres a alcançarem uma relação mais leve e feliz com a comida e com o próprio corpo.

O Passo-a Passo para Escapar da Prisão da Comida

Quiz da Liberdade Alimentar

Teste seu nível de conhecimento e habilidade nos exatos pontos que eu aprendi a dominar para reescrever a minha história com a comida e com o meu corpo!

Relacionados

Coisas que te nutrem além da comida

Coisas que te nutrem além da comida

Se você percebe que frequentemente come sem fome genuína e que grande parte da sua alimentação é movida pelas suas emoções, pode ser que outros aspectos da sua vida estejam desnutridos. Ampliar as suas formas de suprir suas demandas internas é um passo muito importante no caminho da liberdade e autonomia alimentar!

read more
Engordei na quarentena. E agora?

Engordei na quarentena. E agora?

A sua prioridade deve ser sempre o cuidado com a sua saúde física e mental. Lembrar que respirar, mover o corpo, manter a mente ocupada com qualidade e se alimentar bem e de forma consciente são ingredientes básicos para uma vida equilibrada. Não só na quarentena como em todos os outros períodos difíceis que você enfrentar na vida.

read more

Comentários

0 Comments