Comer Bem Ficou Difícil Demais!

by | Sep 24, 2017 | Alimentação

Com o número crescente de informações nutricionais conflitantes, eu tenho a impressão de comer bem ficou difícil demais.

Será que é melhor comer de 3 em 3 horas? Será que é melhor cortar todos os carboidratos? Ou será melhor jejuar por 18 horas todos os dias? Será que 14 horas dá o mesmo efeito? E o glúten? E a lactose? E a água com limão? 

São tantas vertentes, tantas dietas, tantos especialistas… e todo mundo alega ter razão, já percebeu?

Com tantas informações contraditórias, como por Deus você vai saber no que acreditar?

Para mim, o maior problema nisso tudo é que nós somos cada vez mais estimuladas a ver as coisas como “certo ou errado”, “bom ou ruim”.

Se cortar carboidrato é certo, então comer pão é errado.

Se comer pão é bom, então limitar carboidratos é ruim.

Se ser vegano é certo, então comer carne é errado.

Se comer carne é bom então ser vegano é ruim.

E assim por diante, existe uma coleção imensa de “verdades absolutas”.

A VERDADE É QUE A NENHUMA VERDADE FUNCIONA PARA TODO MUNDO

Por isso, há algum tempo eu decidi que não ia tomar mais tomar partido de nenhuma verdade. Eu escolhi não fazer parte dessa cultura de “certo ou errado”.

Eu decidi abraçar, com alegria, a ideia de que existe mais de uma forma de alcançar uma saúde melhor, e o meu lema inabalável virou:

“Faça o que funciona pra você!” 

E, de preferência, deixe os outros fazerem o que é funciona para eles. 

Faça o que representa um avanço para você, e isso é totalmente individual. Quando eu comecei minha jornada de emagrecimento, minha vitória era tomar cerveja a cada quinze dias ao invés de toda sexta e sábado. Sem julgamentos aqui.

Todos nós temos diferentes metas e objetivos. Diferentes preferências e prioridades. Diferentes rotinas e preocupações de saúde.

E eu espero que, com o tempo, todas nós sejamos capazes de aceitar isso. Nós não precisamos saber quem está certo e quem está errado. Ambos podem estar certos, em partes ou totalmente. E tudo que realmente importa é o que é certo para VOCÊ.

O que é sustentável para você, o que é prazeroso para você, o que se encaixa melhor nas suas metas, na sua saúde e em como você quer se sentir.

A SUA ALIMENTAÇÃO NÃO PRECISA DE UM RÓTULO

Além disso, eu realmente acredito que para comer bem você não precise de um rótulo, nem mesmo categorizar a sua alimentação.

Rotular-se de acordo com os seus hábitos alimentares acaba gerando todos os tipos de pressões e julgamentos – principalmente de você sobre você mesma!

 Quando você insiste em rotular a sua alimentação, você acaba se colocando numa posição muito frágil. Afinal, se você “furar” a sua dieta, você está cometendo um crime. E a gente já sabe que esse pensamento é o que desencadeia o “efeito Jaque” – já que eu comi algo errado, eu vou aproveitar para comer tudo que está fora do meu plano.

Além disso, ao acreditar que um alimento é “bom”, você tende a comer mais dele também. Afinal, se é “permitido”, não tem problema exagerar um pouquinho, né?

Nessa brincadeira, você acaba comendo MAIS de todos os alimentos – “permitidos” e “proibidos” – e não menos, como a sua dieta previa.

Esse pensamento de preto no branco, de certo ou errado, só atrasa a sua jornada para uma vida mais saudável. Ao invés de ficar tentando rotular a sua alimentação o tempo todo, de ser perfeita o tempo todo, por que não buscar comer de uma forma que faça você se sentir bem? Simples assim. 

Se você precisa de ajuda para abandonar esses rótulos e comer de uma forma que realmente funcione para o seu bem-estar e emagrecimento, você pode contar com a minha ajuda aqui.

Lívia Raimundo

Lívia Raimundo

Coach Alimentar, Pn1

Eu ajudo mulheres a comerem melhor e emagrecerem sem neuras.

Eu sou coach nutricional, doutora em marketing de alimentos, estudante de Nutrição, aquariana, louca por café, livros e um bom papo. Eu também amo cozinhar (e comer, óbvio).

Eu vivo em São Paulo com o meu noivo e dedico a maior parte do meu tempo a inspirar mulheres a alcançarem uma relação mais leve e feliz com a comida e com o próprio corpo.

O Passo-a Passo para Escapar da Prisão da Comida

Quiz da Liberdade Alimentar

Teste seu nível de conhecimento e habilidade nos exatos pontos que eu aprendi a dominar para reescrever a minha história com a comida e com o meu corpo!

Relacionados

Coisas que te nutrem além da comida

Coisas que te nutrem além da comida

Se você percebe que frequentemente come sem fome genuína e que grande parte da sua alimentação é movida pelas suas emoções, pode ser que outros aspectos da sua vida estejam desnutridos. Ampliar as suas formas de suprir suas demandas internas é um passo muito importante no caminho da liberdade e autonomia alimentar!

read more
Engordei na quarentena. E agora?

Engordei na quarentena. E agora?

A sua prioridade deve ser sempre o cuidado com a sua saúde física e mental. Lembrar que respirar, mover o corpo, manter a mente ocupada com qualidade e se alimentar bem e de forma consciente são ingredientes básicos para uma vida equilibrada. Não só na quarentena como em todos os outros períodos difíceis que você enfrentar na vida.

read more
A jornada da Liberdade Alimentar

A jornada da Liberdade Alimentar

As dietas são aqueles falsos atalhos que pegamos na tentativa de chegar logo ao objetivo de estar bem com o nosso corpo. Mas, na verdade, elas são como uma estrada no sentido contrário da felicidade, que só nos afastam do nosso autoconhecimento, ditando regras externas que te fazem acreditar que você não é capaz de gerenciar o seu corpo. Aqui está o que você pode esperar quando abandona a prisão das dietas em direção à liberdade alimentar.

read more

Comentários

0 Comments