O Que Ninguém Te Conta Sobre Comida E Autocontrole

by | Oct 2, 2018 | Alimentação, Autocuidado

Uma das reclamações mais recorrentes que eu ouço de mulheres que sofrem com excessos na alimentação é:⠀

“Eu simplesmente não consigo me controlar.”

Incluindo variações como⠀

“O que me falta para emagrecer é autocontrole”

” Eu não entendo como as pessoas conseguem se controlar diante de um balde de pipoca”

E assim por diante…⠀Em todos os casos, as palavras controle ou autocontrole estão sempre presentes. Algumas substituem por força de vontade mas, em geral, o sentimento dessas mulheres é que lhes falta controle para conseguir comer bem, eliminar excessos e, então, emagrecer.⠀

Uma só palavra capaz de mudar tudo.⠀

E eu entendo. Eu já senti que havia algo profundamente errado com as minhas “células de autocontrole”, alguma disfunção que eu tinha certeza que pessoas magras não tinham. Afinal, só podia ser por isso que elas eram magras e eu não.

Pra ajudar, eu cresci ouvindo que as pessoas gordas eram gordas por falta de controle, força de vontade e disciplina. Por isso, eu me lembro de literalmente rezar para ser conseguir ser forte e conseguir me controlar em eventos sociais ou em restaurantes por quilo.

Ao longo da minha jornada, eu descobri que existe um GRANDE mal entendido sobre essa relação entre autocontrole e comida. E é isso que eu espero elucidar aqui.⠀

AS 3 FALHAS DO AUTOCONTROLE

#1 Controle é desgastante

Você provavelmente já ouviu isso antes, mas lá vai:

“Tudo o que você tenta controlar acaba controlando você.”

Quer ver, pense num relacionamento amoroso em que ou você está tentando controlar o seu parceiro ou vice-versa.

Você fica desconfiada o tempo todo e isso acaba com toda a magia da relação. Quando vocês estão juntos, é uma tensão constante e vocês nunca tem momentos realmente relaxantes.

Você se sente vigiada e com medo de dar um passo em falso. No fundo, você tem a sensação de estar vivendo uma mentira e morre de medo de ser feita de palhaça.

obsessão com o controle acaba controlando você, e isso suga toda a sua energia e o seu tempo.

Agora pense na sua relação com a comida.

Quando você tenta controlar essa relação, você acaba vivendo obcecada com o que vai comer, com o que não pode comer, com o que comeu e com o que vai comer amanhã, e isso suga todo o seu tempo e energia.

Isso não tem nada a ver com a relação tranquila que você pode criar com ela. Uma relação em que você não se sinta pisando em ovos.Em suma, fazer as pazes com a comida não tem NADA a ver com tentar controlá-la, e isso me leva ao segundo ponto.⠀

#2 Controle é o oposto do que você está buscando

A segunda falha do autocontrole é que ele é inerentemente o oposto do que as pessoas realmente querem na sua relação com a comida e com o próprio corpo.

Veja, se você quer emagrecer, você está buscando liberar gordura, certo? – Ou eliminar, como eu ouço muito.

Eu quero que você feche o seu punho, como se estivesse tentando segurar alguma coisa bem forte. Essa sensação de punho fechado, de alguma forma, te remete à sensação de libertação?

Veja, emagrecer é deixar fluir, é soltar, é libertar.Isso é literalmente o oposto de segurar, manter preso, controlar.

Percebe?⠀

Quanto mais força você fizer para se controlar, menos chances de liberar peso você tem, porque elas são forças opostas.⠀

Além do que, ninguém quer passar a vida fazendo se controlando e fazendo dieta – embora, infelizmente, muitas pessoas passem.

O que as pessoas desejam é emagrecer de forma sustentável, sendo capazes de comer com prazer de forma moderada – o que eu chamo de comer normal. Isso é liberdade e não autocontrole.⠀

#3 Controle é volátil

Da mesma forma que a a força de vontade, o autocontrole é um recurso finito e extremamente volátil.

Se o sol está brilhando e tudo no seu dia está funcionando, seu autocontrole está garantido.

Mas se choveu, o pneu do seu carro furou e você passou duas horas no telefone com a sua prestadora de internet e continua sem sinal, já era. Acabou.

Nessa hora entra em cena a autoindulgência, que fala que você está tão esgotada e por isso merece comer um x-bacon e deixar a sopa na geladeira.

Entenda que o autocontrole não funciona quando você está exausta.

Nessa hora, a autoindulgência SEMPRE vai ganhar. E é por isso que você precisa de uma estratégia melhor para garantir que você não acabe comendo até as paredes quando o seu dia não foi assim, uma Brastemp.⠀

SE NÃO TE FALTA AUTOCONTROLE, O QUE TE FALTA?

Então, se autocontrole não é a resposta para o seu problema com a comida, o que é?

Um exercício simples vai te dar essa resposta.⠀Por favor, pense em como seria a sua alimentação amanhã se, de repente, você não tivesse regra nenhuma para comer.

Se você acordasse 100% livre para comer o que quiser, a hora que quiser e na quantidade que quiser.

Pronto?

Agora pense num segundo caso, em que você vai passar o seu dia alimentando uma criança.

Se você não tem filhos, imagine que você vai alimentar uma criança que você ama muito. O que você daria pra ela comer?⠀Se ela te pedisse pra repetir a lasanha 4 vezes, você negaria porque é má?

Ou porque você quer o bem dela e sabe que ela já comeu o suficiente?⠀Se ela te pedisse sorvete antes do jantar, você diria não porque é cruel e quer que ela sofra?

Ou porque sabe que o  corpo dela precisa dos nutrientes dos vegetais e das frutas que você tinha planejado, e por isso ela não pode perder o apetite?⠀

É claro que você daria guloseimas eventualmente, mas dificilmente você basearia a alimentação dela em fast-food e cereais matinais cheios de açúcar. Você ia garantir que ela comesse para garantir o seu desenvolvimento e o seu bem-estar.

Ou não?

Agora, compare as suas respostas para o primeiro e o segundo casos.

Não te falta autocontrole para comer. Te falta autocuidado.

Esse é o pulo do gato. Autocuidado para garantir o melhor funcionamento do seu corpo, essa máquina única e insubstituível que você tem.⠀

Te falta perceber que ajustar a sua alimentação para garantir o seu bem-estar é um ato de amor, e não de imposição ou controle.

Perceber que adicionais mais nutrientes no seu dia-a-dia é se amar, que comer com fome e respeitar a saciedade é se amar, que não se entupir de (qualquer) comida é se amar.⠀

É mudar a perspectiva de emagrecimento a todo custo para bem-estar acima de tudo.O emagrecimento não é o objetivo do processo, é uma feliz consequência.

Lívia Raimundo

Lívia Raimundo

Coach Alimentar, Pn1

Eu ajudo mulheres a comerem melhor e emagrecerem sem neuras.

Eu sou coach nutricional, doutora em marketing de alimentos, estudante de Nutrição, aquariana, louca por café, livros e um bom papo. Eu também amo cozinhar (e comer, óbvio).

Eu vivo em São Paulo com o meu noivo e dedico a maior parte do meu tempo a inspirar mulheres a alcançarem uma relação mais leve e feliz com a comida e com o próprio corpo.

O Passo-a Passo para Escapar da Prisão da Comida

Quiz da Liberdade Alimentar

Teste seu nível de conhecimento e habilidade nos exatos pontos que eu aprendi a dominar para reescrever a minha história com a comida e com o meu corpo!

Relacionados

Coisas que te nutrem além da comida

Coisas que te nutrem além da comida

Se você percebe que frequentemente come sem fome genuína e que grande parte da sua alimentação é movida pelas suas emoções, pode ser que outros aspectos da sua vida estejam desnutridos. Ampliar as suas formas de suprir suas demandas internas é um passo muito importante no caminho da liberdade e autonomia alimentar!

read more
Engordei na quarentena. E agora?

Engordei na quarentena. E agora?

A sua prioridade deve ser sempre o cuidado com a sua saúde física e mental. Lembrar que respirar, mover o corpo, manter a mente ocupada com qualidade e se alimentar bem e de forma consciente são ingredientes básicos para uma vida equilibrada. Não só na quarentena como em todos os outros períodos difíceis que você enfrentar na vida.

read more

Comentários

0 Comments