O Jeito Certo De Comer De Tudo

out 24, 2019 | Alimentação, Mentalidade

Existe um jeito errado e um certo de comer de tudo. Se você não está conseguindo ir do “me dá 3 pedaços” para o “não obrigada”, você precisa aprender o jeito certo.

Com a popularização do comer intuitivo, é cada vez mais frequente ouvirmos sobre a permissão incondicional para comer – ou o famoso comer de tudo!

Veja, eu acredito, pratico e prego a ideia de que é possível ser saudável (e também emagrecer) comendo de tudo. Tudo mesmo. De verdade.

E eu sei que essa ideia dá medo, principalmente se você tem uma coleção infinita de regras alimentares e/ou quer emagrecer. Parece que nunca vai dar certo, né? Que a conta não vai fechar e você não vai ter resultado nenhum – ou até mesmo engordar! (Ui, medo!)

E eu entendo! De coração, eu já estive no seu lugar!

Por isso hoje eu quero te explicar que tem um jeito certo e um jeito errado de comer de tudo. Mais precisamente, vou te contar qual é o jeito errado, para te ajudar a evitar essa cilada.

O Jeito Errado de Comer De Tudo

De forma bem simples, a permissão incondicional para comer significa que você é livre para comer o que realmente quiser, sem necessidade de autorização, compensação, punição, medo ou qualquer tipo de julgamento.

É uma liberdade sã, uma forma de se relacionar com a comida que preza pela sua saúde mental e emocional, e torna a sua alimentação muito mais prazerosa e, possivelmente, saudável.

Entretanto, o que eu vejo em muitas pessoas tentando praticar o comer intuitivo é que elas ouvem “comer de tudo” e interpretam como:

  • Sorvete? Sim!
  • Pizza? Sim!
  • Pão fresquinho? Sim!
  • Pão velho e duro? Sim!
  • Biscoito com gosto de papelão? Sim!
  • Pudim com gosto de nada? Sim!

É sim para tudo! – especialmente os alimentos dos quais essas pessoas se privaram por tanto tempo.

Existe uma armadilha muito grande nesse tipo de pensamento, que podemos chamar de permissividade.

Ao invés de não dar ouvidos para o seu corpo por meio de restrição (dizendo não pra coisas que tem vontade de comer), estabelece-se uma nova forma de ignorar o corpo (comendo TUDO sem critérios).

Veja, permissão incondicional com a comida não significa só dizer “sim” para todos os alimentos que você já disse não. Significa também dizer “não, obrigada”, “talvez mais tarde” e “eita, mudei de ideia”.

Você pode dizer SIM pro bolo.

Mas você também pode decidir, depois de duas garfadas, que mudou de ideia. Talvez não tenha correspondido às suas expectativas, ou você simplesmente tenha ficado satisfeita antes de comer tudo.

Não me entenda mal. Pode ser que você precise de uma fase para re-aprender o que você realmente gosta de comer, permitindo-se provar de tudo um pouco, entender os sabores e como cada alimento conversa física e emocionalmente com o seu corpo.

Mas isso não precisa ser mais uma forma de ser 8 ou 80 com a sua alimentação. Você não precisa ir de um extremo ao outro, optando o tempo todo pelos alimentos que você restringia. Esses alimentos não vão fugir! – e você não vai mais precisar se privar de comê-los.

O Jeito Certo De Comer De Tudo (mas não tudo)

Então, comer de tudo não é APENAS permissão incondicional para dizer sim. É permissão também para dizer: “depois”, “hoje não”, “só um pouquinho”, “deixa eu provar para saber se eu quero”.

Só dizer sim é entrar em outro piloto automático, mas dessa vez no modo de rebeldia.

Não entre no piloto automático, preste atenção no que o seu corpo tem a dizer

Às vezes, você vai dizer “SIM, me dá esse bolo. Me dá dois pedaços!”.

Às vezes, você vai dizer “me dá metade desse pedaço de bolo”.

E, às vezes, você vai dizer “obrigada, esse bolo tá com uma cara ótima mas não é isso que eu quero comer agora.”

Para que isso aconteça, é fundamental que você pare de comer com a sua cabeça e comece a comer com o seu corpo.

A permissão incondicional elimina o julgamento e a vergonha atrelados aos alimentos. Com ela, você não precisa “ganhar o direito de comer” ou “compensar” o que você comeu. O seu corpo não precisa ser monitorado ou gerenciado.

Você pode ter mais clareza sobre como comer de tudo do jeito certo – leia-se, com moderação – fazendo o QUIZ da Liberdade Alimentar. Neste material você pode testar seu nível de conhecimento e habilidade nos exatos pontos que eu aprendi a dominar para reescrever a minha história com a comida e com o meu corpo.

Fazer as pazes com a comida pode ser um desafio, mas cada ocasião em que você escolhe desafiar os velhos padrões de pensamento te aproxima um pouco mais da Liberdade Alimentar.

O PASSO-A-PASSO PARA A LIBERDADE ALIMENTAR

Descubra o que você precisa fazer para escapar da Prisão da Comida e alcançar e uma relação leve e feliz com o seu corpo, sem nunca mais começar uma dieta.

Lívia Raimundo

Lívia Raimundo

Coach Alimentar, Pn1

Olá bonita! Eu sou a Lívia ♡

Eu ajudo mulheres a comerem melhor e emagrecerem sem neuras.

Eu sou coach nutricional, doutora em marketing de alimentos, estudante de Nutrição, aquariana, louca por café, livros e um bom papo. Eu também amo cozinhar (e comer, óbvio).

Eu vivo em São Paulo com o meu noivo e dedico a maior parte do meu tempo a inspirar mulheres a alcançarem uma relação mais leve e feliz com a comida e com o próprio corpo.

Perdendo O Peso Do Perfeccionismo

Perdendo O Peso Do Perfeccionismo

Talvez o maior peso que você esteja carregando seja o peso do perfeccionismo. Entenda a importância de abraçar a sua “pior versão” para criar a melhor.

Gostou do texto?

Por favor, compartilhe-o com uma amiga usando os links abaixo.

E não esqueça de me deixar um comentário com as suas ideias a respeito ❣️

>

Pin It on Pinterest